terça-feira, 13 de agosto de 2013

Significado do Cervo

Cervos simbolizam o poder da gentileza e gratidão.

Valter Barros Moura

Veados, Cervos e Alces Americanos constituem um trio de Animais de Poder, cuja simbologia possui características da gentileza e do amor incondicional às pessoas e à família, além da bondade aos seus eleitos. Na medicina desses totens se incluem a gentileza em pensamentos, palavras e toque, bem como a capacidade de ouvir, da graça e do apreço pela beleza do equilíbrio. 


Simbolicamente esses primais trazem a compreensão do que é necessário para a sobrevivência, do poder da gratidão e da generosidade. Essa é a personificação da capacidade daqueles que possuem um desses animais como “Guardião Espiritual”: a de se sacrificarem por um bem maior. Isso, arquétipicamente se traduz naquele que é eleito por um desses totens na capacidade de conectar-se à deusa da floresta a qual, inconscientemente, levará o  indivíduo a buscar caminhos alternativos para atingir sua plenitude.




















Na tradição celta há dois aspectos de Alce ou Veado, o feminino e o masculino. O Hind é o Veado fêmea, também chamado de Eilid na língua gaélica e simboliza a sutileza, feminilidade e graciosidade. Acreditava-se que para chamá-lo até nós deveríamos entrar no reino das fadas e nos libertar das armadilhas materiais da chamada “civilização”. 



Ao adentrarmos nesse lugar mágico, podemos explorar a nossa natureza mítica e espiritual, pois é na gentileza do Hind o tópico que faz parte dessa tradição. Muitas histórias narram que os Hinds transformam-se em mulheres, por vezes deusas, para protegerem-se e não serem caçados. A lição a ser adquirida aqui é a de que quando nós exploramos a magia e a espiritualidade, ela deve estar sempre precedida de uma boa intenção, ou seja, a de não prejudicar nenhum ser vivo. Isso porque, para entrar no reino das coisas selvagens do espírito é necessário amor e comunhão.
Stag ou Damh na língua gaélica é o Alce macho e também está ligado à sacralidade desta floresta mágica. O Damh representa a independência, a purificação e o seu orgulho. É conhecido como o Rei da Floresta e protetor de todas as suas criaturas. Por tempos imemoriais pessoas têm procurado identificar-se com o Alce ou o Veado pelo cerimonial, vestindo-se com cocares e imitando sua graça por meio dos saltos do Cervo. Tanto o Hindcomo o Stag, para os celtas e os nativos caçadores americanos, ambos povos oravam a eles para dar-lhes uma boa caçada. Em troca prometiam não levar mais do que era essencial para a sobrevivência da suas tribos e de seus filhos. Simbólicamente isso nos auxilia a lembrar que nosso espírito de mansidão, de justiça e de amor incondicional deve se estender a todas as espécies animais, aos nossos irmãos e não só à nossa condição humana.
Talvez, a forma mais eficaz para resumir as lições dessas crenças seja dizer que somente quando nos movermos na vida com o espírito do amor e da fraternidade para com todos os seres vivos é que poderemos ultrapassar as barreiras que nos separam uns dos outros, de outras formas de vida e do belo mistério que é o nosso espírito. E isso é o prêmio para quem é eleito por um desses Animais de Poder. Ao observar as maneiras pelas quais os Cervos ou os Alces se comportam, é possível ver quais são as qualidades ou poderes incríveis que possuem aqueles que têm quaisquer um desses totens. Do Cervo podemos aprender que o dom da gentileza e do carinho podem nos auxiliar na superação dos problemas e deixar de lado muitas situações de provas e testes.
Só o amor, tanto para consigo mesmo quanto para os outros, nos ajudará a compreendermos o verdadeiro sentido da totalidade da vida. Se um Cervo ou um Alce cruzou o caminho de um indivíduo em nossa jornada isso pode querer mostrar que essa é uma pessoa com compaixão, gentil e amorosa. Se você não possui essas qualidades, então deve considerar que há um problema sério que precisa ser resolvido. Também indica que o indivíduo enfrenta um desafio em sua vida, seja com outro ser humano ou uma situação delicada. Se essa pessoa está sentindo emoções negativas como raiva ou medo, procure deixá-las ir. Pense se uma abordagem mais suave e amorosa pode classificar o problema e colocá-lo para fora. Por vezes é necessário que se diga a verdade a outrem, mesmo que isso doa, contudo este é o melhor a ser feito, pois se houver bondade no coração isso dará um resultado alentador para ambos os envolvidos.
Cervos nos mostram como são primais poderosos para se ter um comportamento gentil, para exercer a observação aguçada e a sensibilidade. Este Animal de Poder é o portador sagrado da paz e mostra às pessoas como é possível abrir seus corações e amar incondicionalmente. Quanto ao comportamento de um casal de Cervos, freqüentemente costumam ter gêmeos ou trigêmeos que nascem na Primavera. Os filhotes nascem de uma cor que os protege, camuflando-os de vista de um predador. Nos primeiros dias de vida, dificilmente eles se movem até que seu campo de energia esteja forte e aterrada. Eles então se levantam e começam a seguir a mãe por perto. É uma visão mágica de se ver os filhotes saindo das florestas, seguindo suas mães carinhosamente em busca de proteção. Mesmo quando no pastoreio, as mães estão constantemente vigilantes, plenamente conscientes e alertas do que está acontecendo ao seu redor.
Fêmeas e machos residem em grupos separados até a estação de acasalamento. Veados de cauda branca são bastante sociáveis e gostam de viver com seus pares, familiares e outros grupos, o que dá a aparência de um grande rebanho. Esses aspectos são transferidos a quem possui esse totem e, simbólicamente isso significa que os indivíduos que possuem a energia inata do Cervo ou do Alce necessitam estar numa família harmoniosa e, especificamente, ter uma mãe carinhosa. O arquétipo dos jovens Veados, Alces ou Cervos é o daqueles que viajam pela floresta e pelos campos com consciência e clareza, cientes da criatura frágil que são e que precisam se nutrir e se proteger. Há uma grande lição a ser aprendida por todos nós. Embora tenhamos nascido com uma habilidade inata para amarmos incondicionalmente, muitas vezes nascemos de pais cujas experiências de vida nos ensinaram a nos tornamos duros. Razão pela qual incorremos no risco de perdermos essa capacidade: a de sentir e dar amor incondicional.
Observando os Alces ou Cervos e seus bebês, isso é um lembrete para honrarmos e respeitarmos a inocência da nossa Criança Interior, aquela que reside dentro de nós, para que assim possamos levar a vida com o coração mais aberto. Portanto, uma das lições para aquele que possui um desses primais é de que se faz necessário aprender que também se deve estar forte em seu próprio caminho, em suas crenças e não se permitir às distrações das influências externas, sejam elas quais forem. Quando a energia do Alce ou de um Veado entra na vida de um indivíduo, isso significa que ela o ajudará a trilhar o caminho do amor com plena consciência. E será com essa mesma consciência que ele deve saber que o amor, às vezes, requer cuidado e proteção não só na forma como amamos os outros, mas também na forma como amamos principalmente a nós mesmos.
Portanto, a partir de agora, caso esse indivíduo seja você, respeite-se mais, diga Não quando sente que algo, alguém ou alguma situação possa magoá-lo. Do contrário, será você quem se magoará e trará mais sofrimento a si mesmo. Alces e Cervos têm sentidos muito agudos e, embora fisicamente não enxerguem muito bem com pouca luz, isso lhes dá a capacidade de compreenderem os significados mais profundos e simbólicos das coisas. Cervos podem ouvir um galho estalar à distância e isso quer nos dizer que as pessoas com este Animal de Poder são freqüentemente descritas como sendo rápidas e alertas. São intuitivos, e muitas vezes possuem percepções extra-sensoriais bem desenvolvidas mesmo. Às vezes seus pensamentos parecem correr à frente, e, por vezes, isso dá impressão às outras pessoas que os eleitos por esse primal não esteja ouvindo, como se estivessem em outro lugar. E isso não é verdade, ao contrário. Qualquer pessoa com esse totem tem habilidades latentes de clarividência e clariaudiência.
Elas também podem ver entre as sombras, detectar movimentos sutis e ouvir palavras que não estão sendo proferidas. Pergunte ao Alce ou ao Veado, mentalmente, como você pode desenvolver esses seus verdadeiros dons. As respostas virão sob a forma de sonhos ou mensagens subliminares, portanto, fique atento. Se acaso o conjunto de chifres do Alce ou do Veado cresceu, isso significará, nessa simbologia, que ele pertence ao sexo masculino, e esses chifres são como antenas que irão conectar o indivíduo às energias mais elevadas. Se um indivíduo se deparar com um Alce ou Cervo em estado selvagem, deve  procurar contar o número de pontos em seus chifres. Este número está associado com a numerologia e pode transportar a um grande significado para aqueles com este Animal de Poder.
Alces e Cervos nos ensinam a sermos gentis e em como tocar os corações e as mentes dos seres feridos que estão em nossas vidas. Porém, evite forçar as pessoas a mudarem, em vez disso, delicadamente incentive-os na direção certa, com o amor que vem de seu primal. O equilíbrio do 
poder verdadeiro é estabelecido no amor e na compaixão. Quando um totem Alce ou Veado entra em seu mundo, uma nova inocência e frescor em prestes a ser despertada. Novas aventuras estão prestes a surgir na próxima esquina e lá será uma oportunidade para você expressar o amor suave que abrirá novas portas do coração para aqueles que são seus eleitos.






9 comentários:

Anônimo disse...

Achei o que tanto procurava ... Amei!!

Anônimo disse...

Muito bom! Minha tatuagem de Stag sai logo logo!

Anônimo disse...

Nossa, eu amei! ♥

juliana e guilherme Manos disse...

senti um chamado por esse animal e me encantei <3

Damaris de Paula Souza disse...

Amei, descreve quem eu sou! Parabéns pelo blog :)

Kevin Telloli disse...

Pri, eu gostaria de saber onde/como você achou todo esse conteúdo que você se baseou para escrever o texto, pois tenho pesquisado bastante sobre o mesmo e encontrado muito pouco de lugares confiáveis, o seu foi de longe o melhor, mas mesmo assim gostaria de ter mais base, teria como você me dizer?
Obrigado desde já! :D

Kevin Telloli disse...

Pri, queria primeiramente te parabenizar pelo conteúdo desse artigo. Gostaria muito também, que você me falasse onde achou o conteúdo do mesmo, pois cada site encontro uma coisa, porém o seu parece ter muito mais aprofundamento. Obrigado desde já!! :)

Tidu disse...

Guardião espiritual? Como posso saber mais sobre isso?

Anônimo disse...

Olá Priscila, bem legal o texto! Qual a fonte da simbologia do cervo?

Postar um comentário